Qual é a lâmpada led?

Entre tantas escolhas de lâmpadas no mercado como saber qual é a lâmpada led ideal para usar na sua propriedade sem chances de erros.

A eficiência energética é um tópico cada vez mais popular. Ela atrai muito as pessoas que se preocupam com o meio ambiente e a pegada de carbono. Também tem importância a quem precisa arcar com o custo de uma conta mensal de eletricidade.

Para proprietários residenciais e àqueles que vivem em residências multifamiliares a atualização para lâmpadas com maior eficiência energética pode ajudar a economizar algum dinheiro considerável.

Aos donos e administradores de propriedades comerciais, mesmo um investimento modesto em uma iluminação com maior eficiência energética pode render enormes dividendos na economia de energia.

Significado lâmpada led

Leds estão 80% mais eficientes do que incandescentes. Neles, quando você ativa uma corrente elétrica a energia passa por um tipo especial de microchip.

Em seguida, eles emanam uma pequena quantidade de luz no espectro de iluminação visível. Ao mesmo tempo, o minúsculo dissipador de calor na lâmpada absorve toda a energia térmica.

Essa configuração significa que as lâmpadas led não queimam como fluorescentes e incandescentes. Só que conforme o tempo um dispositivo led começa a desenvolver algo chamado “depreciação do lúmen”.

A depreciação faz a luz led produzir cada vez menos iluminação gradualmente, definida como vida útil.

Quais são os principais tipos de usos das lâmpadas led?

Normalmente as luzes leds são menores. Isso permite que elas sejam usadas ​​de algumas maneiras versáteis e exclusivas.

Há leds projetados para ser parecerem muito com incandescentes tradicionais, enquanto outras versões estão integradas em equipamentos de iluminação e dispositivos tecnológicos exclusivos.

Independente do design e da estética as lâmpadas ou dispositivos leds produzem luz direcional. Isso significa que elas emitem luz em uma direção específica.

As lâmpadas fluorescentes e incandescentes compactas tendem a emitir luz em todas as direções, além de produzir muito calor.

De olho na direção

Essa luz direcional tem muitas vantagens e desvantagens em potencial. Quando se trata de iluminar uma área maior os engenheiros de led precisam desenvolver lâmpadas que produzem luz em todas as direções potenciais.

Embora isso possa ter sido um desafio nos primeiros dias da tecnologia agora não é um fator importante quando se trata de acessórios de iluminação para leds.

As luzes de led são frias?

O calor causado pela resistência e outros fatores micro ambientais são principais inimigos de muitos dispositivos eletrônicos.

Por design, as lâmpadas led têm um dissipador de calor integrado. Isso pega qualquer energia térmica produzida pelo diodo emissor de luz e a dissipa no ar circundante, evitando a típica queimação como no filamento de uma lâmpada incandescente clássica.

Existem várias formas diferentes de gerenciamento de calor que podem ser incorporadas a uma lâmpada ou dispositivo com iluminação led. Em geral, quanto mais calor o dispositivo gera menor será a vida útil.

Led permite aos desenvolvedores empregarem uma variedade de maneiras de reduzir o efeito do calor da lâmpada ou do dispositivo visando maior durabilidade de luz.

Quais são as fitas de led rgb mais efetivas?

Fique de olho nas fitas de led mais potentes e saiba em quais locais usar estas produções com brilhos intensos duradouros.

Já parou para pensar que existem fitas de led rgb para todos os tipos de usos? Uma das piores experiências é escolher o modelo errado conforme as suas demandas. Quem busca algo potente pode comprar produtos semelhantes às características técnicas das produções demonstradas agora.

Fitas de led rgb 14w

Geralmente estas fitas de 14w tem brilho de 1.700 lúmens por metro. Perfeitas para usar em projetos públicos ou outros lugares nos quais há necessidade de permanecerem acesas por horas.

A parte inferior da tira precisa de elementos de cobre para tornar o resfriamento melhor que o normal. Dê preferência ao perfil de alumínio para resfriar com melhores condições. Portanto, esta é uma faixa de led certa para você que procura algo durável.

Fitas de led de 24w

As fitas de led rgb 24w exigem o uso de driver, ao menos que estejam instaladas no sistema solar correspondente. Algumas versões possuem mais de 190 leds em cada metro. Luz uniforme na maioria dos perfis.

A maioria das ofertas é resistente a água. Podem ser usadas em locais úmidos, bem como nos espaços ao ar livre. Há versões que são cortáveis para satisfazer melhor as necessidades dos usuários.

Busque unidades que possuem excelente índice de reprodução de cores: CRI98 – por exemplo. Desta forma existe a garantia de que os tons permaneçam com uma qualidade superior.

Dicas extras para compradores

Tanto as tiras de 14w como de 24w são populares os rolos de 3 metros com garantia de 7 anos e lúmens de pelo menos 1.000 por 1 metro.  

As opções que mudam de cor são perfeitas em locais nos quais você deseja alterar o clima da sala. Recomendamos o uso nos espaços aos quais se passa a maior parte do tempo.

A temperatura da cor nas melhores fitas de led pode ser alterada desde que você também tenha os controles para poder alterar tons.

Se você busca por uma iluminação de destaque compre faixas de 4.000k com vermelho, verde e azul que podem trabalhar juntas ou separadas.

Use também as versões de 14w para gerar luz divertida ou que acentua os recursos arquitetônicos. A faixa é perfeita ao uso em salas de cinema, quartos infantis, spas e vestiários de academias.

De olho no controlador

Quase todas as fitas de led com alta potência e efetividade são reguláveis. A forma de como realizar uma regulação depende das características do produto e dos controladores. Portanto, após escolher a sua fita ideal é preciso selecionar o driver.

Algumas vezes os controladores drivers acompanham a embalagem do produto. Consulte a sua loja de leds preferida antes de realizar as compras.

Como evitar o suor nas mãos?

Quase todas as pessoas possuem suor nas mãos. Existem formas para bloquear ou pelo menos diminuir as chances de os dedos ficarem molhados.

O suor das mãos é natural e geralmente não representa nada para se preocupar. No entanto, quase sempre queremos nos livrar dos dedos molhados. Descubra o que realmente ajuda contra a transpiração intensa nas mãos.

Suamos 365 dias por ano, porque é assim que o corpo regula sua temperatura.

Cada pessoa tem um total de dois a quatro milhões de glândulas sudoríparas. As chamadas glândulas “écrinas”, por exemplo, ficam nas solas dos pés, palmas das mãos ou axilas e cuidam da temperatura corporal.

O que ajuda contra mãos suadas?

Existem alguns tratamentos que podem facilitar a vida das pessoas com mãos suadas. Se as mãos suadas são percebidas pelas pessoas afetadas como um fardo elas devem consultar um dermatologista.

Dependendo da gravidade também é possível recomendar uma opção de terapia adequada.

Pacientes com forma leve de hiperidrose podem controlar o problema do suor nas mãos com antiperspirantes, por exemplo . Os antitranspirantes são agentes contendo alumínio que podem ser comprados como creme, rolo ou spray.

Os sais de alumínio fecham os poros do suor na área aplicada e, assim, evitam a transpiração.

Outra opção de tratamento para combater as mãos molhadas é a iontoforese. Com esta terapia, as mãos são geralmente colocadas em um banho de água no qual também existem placas de metal. A corrente é passada através dessas placas.

Inicialmente, recomenda-se que o tratamento com iontoforese seja realizado duas a quatro vezes por semana, durante 15 a 30 minutos. O intervalo de aplicação é geralmente aumentado nas sessões seguintes.

Os dispositivos de terapia devem ser tecnicamente capazes de criar uma tensão de até 60 volts. A estimulação elétrica fecha temporariamente as glândulas sudoríparas e a formação de suor é inibida.

Usando neurotoxina

Uma neurotoxina também pode ser injetada. Ela bloqueia a função das terminações nervosas que passam o comando do suor para as glândulas.

Dependendo do tamanho da área a ser tratada são necessários de 40 a 50 pontos para a terapia. Como o tratamento nas mãos pode ser muito doloroso a área geralmente é anestesiada localmente. O bloqueio do suor dura cerca de cinco a nove meses e deve ser repetido.

É hora da cirurgia

A última opção é um procedimento cirúrgico no qual os gânglios nervosos que estimulam as glândulas sudoríparas são cortados através de diferentes técnicas. No entanto, essa opção de terapia acarreta o risco de cicatrizes

Se a causa do aumento do suor nas mãos for um estresse psicológico algumas medidas psicoterapêuticas ou alguns exercícios de relaxamento também podem ser úteis.

É bom saber!

Até 400 glândulas por centímetro quadrado estão na palma da sua mão, em média. A produção de suor é controlada pelo sistema nervoso autônomo e não pode ser influenciada à vontade.

O sistema nervoso simpático, uma parte do sistema nervoso, desempenha um papel importante aqui. No caso de excitação, estresse ou esforço físico ele estimula a transpiração excessiva para esfriar as áreas superaquecidas do corpo.

Como acabar com o suor exagerado?

Sente que mãos, axilas e pés estão muito suados? Então você pode seguir algumas indicações para acabar com este problema.

Olhar para a manga da camisa e perceber que ela está toda suada não é uma experiência agradável para homens ou mulheres. Algumas crianças até sofrem com bullying na escola pelo excesso de suor! Felizmente a humanidade já descobriu alguns métodos para diminuir ou acabar de vez com transpiração excessiva.

A escolha do sabonete

Em um país como Brasil as pessoas sentem necessidade de tomar banho todos os dias, principalmente o público que sofre por excesso de suor.

Cuidado com a escolha do sabonete líquido ou sólido, tendo em vista que algumas marcas podem provocar mais transpiração conforme a pele de cada pessoa.

Procure experimentar as diferentes fabricantes e mantenha o uso das produções que mais ajudam você a transpirar menos.

Evite quente e frio

A nutrição não desempenha um grande papel na transpiração. No entanto sopas, pimentas e bebidas quentes geram suor exagerado.

É melhor desfrutar de café e sopa na temperatura morna. As bebidas geladas também aquecem o corpo: Elas esfriam o estômago, mas, por sua vez, reagem aquecendo a temperatura corporal.

Com o álcool, pequenas quantidades ativam a temperatura do corpo, enquanto doses caprichadas entorpecem os nervos e estimulam o impulso da transpiração.

Iontoforese para acabar com suor em excesso

A chamada iontoforese pode ser usada em mãos ou pés suados através de um aparelho deslizante que introduz radicais químicos nos tecidos da pele.

Isso reduz a atividade das glândulas sudoríparas, mas os custos da aplicação com um dispositivo doméstico não são muito baratos.

Termoterapia para axilas

As glândulas sudoríparas sob a axila são tratadas com energia direcionada (micro-ondas) e destruídas pelo calor gerado.

A termoterapia gera um efeito colateral agradável: Os crescimentos nos pelos das axilas também são reduzidos, destruindo as glândulas sudoríparas em profundidade e esfriando a camada superior da pele.

Ao mesmo tempo as bactérias ficam incapazes de produzir um cheiro desagradável mesmo sem suor.

Botox também pode funcionar

O botox (toxina botulínica A) também é uma arma poderosa contra a transpiração extrema. Pode ser injetado sob a pele de axilas, palmas das mãos e pés, bloqueando os impulsos nervosos que ativam as glândulas sudoríparas.

O sucesso do tratamento dura apenas cerca de seis meses além de ser muito caro. Alguns planos de saúde cobrem serviços de botox.

Curetagem subcutânea

Outros dos procedimentos cirúrgicos são os chamados bloqueios via curetagem subcutânea por sucção das glândulas sudoríparas.

A pele recebe tratamento pelas costas através de pequenas incisões. O procedimento não é estressante, muito eficaz e pode ser feito com anestesia local. Mas, como todo processo cirúrgico deve ser considerado como última opção de tratamento.

Antiperspirante (sem cirurgia)

Atualmente as soluções mais práticas para bloquear o suor em mãos, pés e axilas são os antiperspirantes.

Para aplicar é igual aos simples desodorantes e o bloqueio acontece por tempo determinado – até 72 horas depois da aplicação, sem a necessidade de realizar nenhum processo cirúrgico.